5 erros de figurino no cinema


Ao ambientar cenas, sabemos que estudar uma época específica para que tudo tenha um contexto histórico e tenham mais autenticidade. Veja abaixo 5 exemplos de erros de figurino que não podem ser esquecidos!


1. Baby - Dirty Dancing (1987)

Apesar do filme ser ambientado em 1963 e sido filmado nos anos 80, Baby não poderia usar shots jeans porque não era algo da época que o filme retratava, ainda mais largos e com barra.




2. Marty McFly - De Volta Para O Futuro (1985)

Marty McFly pode viajar no tempo, mas isso não significa que as guitarras podem fazer o mesmo. O modelo de guitarra que Marty interpreta na cena de 1955 não seria inventada até 1958.



3. Pearl Harbor (2001)

O filme que se passava nos anos 40 arrancou muitos suspiros das garotas nos anos 2000, mas é importante fazer uma pesquisa histórica antes de começar a fazer um filme. Onde estão as meias de nylon? Nenhuma das mulheres da cena estão usando, especialmente com a risca atrás!




4. Pegue-me Se For Capaz (2002)

Em uma cena, vemos Amy Adams contracenar com Leonardo DiCaprio como uma enfermeira com bráquetes inoxidável que estão aderidas à frente de seus dentes.


Nos anos 60, a maioria dos aparelhos eram feitos de ouro e eram enrolados em volta dos dentes, em vez de serem colados na frente. O aço inoxidável e os adesivos não foram universalmente integrados à ortodontia até a década de 1970.




5. Peggy Carter - Capitão América (2011)

Cabelo preso, cadê você? Para respeitar a farda, os cabelos tinham que ser totalmente enrolados para trás fazendo um "U" atrás da cabeça. Os victory rolls também foram bastante usados e simbolizam a época, assim como seu significado.



Uso correto: Deborah Kerr em Coronel Blimp - Vida e Morte (1943)







41 visualizações